issue

Efeitos na saúde

O uso de qualquer produto de tabaco é prejudicial. A inalação da fumaça do tabaco expõe os usuários a mais de 7000 substâncias tóxicas e a, no mínimo, 70 substâncias carcinogênicas, danificando todo o corpo. Um fumante regular normalmente perde mais do que uma década de vida.

O uso do tabaco é uma das mais importantes causas evitáveis de morte prematura no mundo. Mais de seis milhões de pessoas por ano morrem devido ao tabagismo em todo mundo. Não há dúvida de que limitar o uso do tabaco é uma das formas mais eficazes de salvar vidas e melhorar o bem-estar geral.

Fumar causa a exposição a uma combinação letal de mais de 7.000 produtos químicos tóxicos, incluindo pelo menos 70 substancias reconhecidas como carcinogêneas, que podem danificar quase todos os órgãos do corpo humano. O dano causado pelo tabaco começa desde antes do nascimento, uma vez que as mulheres grávidas que fumam dão à luz bebês com maior risco de transtornos congênitos, câncer, doenças pulmonares e morte súbita. Novos riscos do uso do tabaco recentemente identificados incluem insuficiência renal, isquemia intestinal e doença cardíaca hipertensiva. O risco de morte e doenças relacionadas ao tabaco aumenta com o número de cigarros fumados, no entanto, o dano começa com o consumo de uma pequena quantidade de cigarros. Um fumante regular de longa data, em média, perde pelo menos 10 a 11 anos de vida por causa do tabaco. Além disso, a exposição ao fumo passivo ou ambiental está associada a um risco maior de câncer e doenças cardíacas, entre outros efeitos prejudiciais para a saúde.

O câncer de pulmão é atualmente a principal causa de morte por câncer no mundo. Tem sido a principal causa de morte nos homens, e em muitos países atualmente é a principal causa de morte por câncer entre as mulheres, ultrapassando a morte por câncer de mama. A doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC) é uma das principais causas de morte no mundo, e a mortalidade por DPOC está aumentando na maioria dos países; mundialmente, 45% de todas as mortes por DPOC são atribuídas ao tabagismo. Da mesma forma, a morte por doença cardíaca e acidente vascular cerebral, as duas principais causas de morte no mundo, estão fortemente relacionadas ao tabagismo.

O uso de produtos de tabaco comburentes é extremamente perigoso para a saúde humana e é responsável por mais de 90% das mortes e doenças atribuíveis ao tabaco, apesar dos esforços da indústria do tabaco para comercializar alternativas que dão a impressão de serem mais seguras tais como cigarros com baixo teor de alcatrão e narguilé. Dessa forma, a maior prioridade é evitar produtos de tabaco comburente, e a única maneira de eliminar completamente os danos causados pelo tabaco é não consumi-lo.


Percentagem de DALY Atribuíveis ao Uso do Tabaco

O uso do tabaco é responsável por uma grande proporção dos anos de vida ajustados por incapacidade (DALY) - o número de anos perdidos em razão de saúde precária, incapacitação ou morte prematura

Mortes decorrentes do Tabaco

O tabaco contribui para a maioria das principais causas de morte no mundo e metade de todos os fumantes morrerá de doenças relacionadas ao tabaco.

Percentagem do total de DALY de doenças atribuíveis ao tabaco por idade